quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Guia das uvas: Tempranillo

Bardot - Vinhos e Artes

Tempranillo é uma casta de uva tinta da família da Vitis vinifera, uma das mais conhecidas da Península Ibérica. Originária da região de Rioja (Espanha), também é muito cultivada em Portugal, onde é geralmente conhecida como Aragonez, ou Tinta Roriz (na região do Douro).

Seu nome (temprano = cedo) se deve ao fato de apresentar um brotamento precoce, amadurecer mais rápido que a maioria das variedades tintas e, por conseqüência, ter um ciclo de crescimento curto.

É uma casta muito adaptável a diferentes climas e solos, por isso o seu cultivo tem aumentado e expandido para outras regiões.

Em geral, produz um vinho tinto com acidez e teor alcoólico de nível médio, textura macia e deliciosamente elegante.


Características:
A Tempranillo é uma uva fácil de cultivar. Apresenta cachos compactos de tamanho médio, seus bagos possuem casca grossa, com coloração negra brilhante, de formato cilíndrico. Prefere clima fresco com grande insolação, necessita de água em quantidades reduzidas e o cultivo em altas altitudes é bem vindo. Ela se adapta bem a climas mais frios e secos com grandes amplitudes térmicas. Os melhores solos são: rochosos/pedregosos, argilosos/calcários e arenosos/graníticos.

Os aromas mais presentes são de frutas vermelhas (cereja, ameixa), tomate, cravo, tabaco, noz moscada, couro e baunilha. 

Na boca, a principal característica é a textura envolvente, macia, sedosa e aveludada; com acidez e álcool equilibrados em corpo médio; e taninos redondos. 

Assim como a maioria das uvas tintas, a Tempranillo pode ser apresentada sozinha (varietal) ou em corte (assemblage). Em ambos os casos, ela dá origem a vinhos mais redondos, macios, aveludados e estruturados. Na Espanha é comum que ela passe por um estagio em madeira (carvalho francês ou americano).

Os Tempranillo espanhóis apresentam final de boca leve e suave, com bastante presença dos taninos, enquanto os Tempranillo do Novo Mundo contam com intensas explosões de cereja e molho de tomate, com taninos são mais robustos.

Bardot - Vinhos e Artes

Principais regiões de cultivo:

1) Espanha, Rioja – As regiões de maior cultivo da Tempranillo são na Espanha, como não poderia deixar de ser, destacando-se a Rioja (Rioja Alta e Rioja Alavesa). Aqui a Tempranillo pode ser cortada com pequenas proporções de Garnacha e Graciano. Produz os vinhos mais conhecidos e emblemáticos oriundos desta variedade de uva;

2) Espanha, Ribera del Duero – Começou a se destacar no início da década de 1980. Produz vinhos mais elegantes, cheios de tipicidade. Seus vinhedos (85% da área) estão localizados em zonas mais altas (850m). Também é uma das melhores expressões;

3) Espanha, outras regiões – Ainda merecem destaque as regiões de Toro, Navarra, La Mancha, Costers del Segre, Catalunya e Somontano. Cada qual produz um vinho único, particular, que pode ser varietal ou cortado com Cabernet Sauvignon, Merlot, Syrah e Mazuelo;

4) Portugal, Douro – Aqui ela é identificada como Tinta Roriz. É uma das cinco melhores castas tintas para produzir o Vinho do Porto. Contribui com cor, taninos, resistência à oxidação e aromas. Também produz excelentes tintos secos;

5) Portugal, Alentejo – Nesta região ela é conhecida como Aragonês. Pode se apresentar varietal ou em corte. Seus vinhos são mais quentes, carnudos, potentes e, as vezes, alcoólicos;

Hoje em dia, devido ao incremento da produção de vinho em diferentes partes do mundo, há uma variedade grande de novas regiões fora da Espanha a cultivar a Tempranillo e produzir vinho a partir dela, algumas destas principais regiões estão em países fora da Europa, como Argentina, Chile, México, Estados Unidos (Califórnia) e Austrália.




Dicas de harmonização: 
Saborosos, os vinhos da casta Tempranillo são bastante versáteis, combinando com vários tipos de pratos. Algumas opções tipicamente espanholas são os legumes assados e o presunto Pata Negra.

Harmoniza bem também com lasanha, pizza, pratos com molho de tomate, polenta, carnes grelhadas, embutidos e carnes defumadas, queijos de massa mole ou semi-dura (Brie), pratos à base de milho, tacos, nachos, burritos e outras especialidades mexicanas.



A Bardot - Vinhos e Artes oferece várias opções de vinhos elaborados com a uva Tempranillo, com destaque para toda a linha Pata Negra, que será um dos temas de nossa próxima degustação. Fique atento para saber as novidades.


*Fontes e fotos:
Wikipédia
www.guiadovinho.com.br
www.sommelierwine.com.br
www.menuespecial.com.br
www.clubedosvinhos.com.br


Serviço:
Bardot - Vinhos e Artes
Rua Barão de Mesquita, 978 A. Praça Verdun, Grajaú, Rio de Janeiro.

Fale conosco:
Telefone: (21) 2575-9395

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...