quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Dicas da Bardot: Como harmonizar os vinhos para o Natal



Faça uma Ceia de Natal para ninguém colocar defeito! A Bardot - Vinhos e Artes selecionou para você algumas dicas sobre como harmonizar os vinhos com a ceia.

Apesar de os pratos se repetirem todo final de ano, ainda há quem tenha dúvidas na hora de combiná-los com a bebida. É preciso pensar na harmonia dos pratos e bebidas para que o sabor de um não anule o do outro.

Confira as nossas dicas:

VINHOS DE ENTRADA -

Os espumantes e rosés são excelentes para acompanhar o momento dos petiscos.

BACALHAU -



Existem muitas formas de se preparar um bacalhau, mas algumas características são comuns em todos os preparos: sabor forte, com toque salgado e bastante gordura, principalmente dos azeites de oliva. Esses tipos de prato pedem um vinho bem frutado pra casar bem os sabores, uma acidez elevada e nenhum tanino.

Nossa sugestão são brancos com aromas de frutas maduras. Vinhos das uvas Torrontes ou Riesling são perfeitos, pois tem aquele leve adocicado que quebra o salgado. Outra boa pedida é um Chardonnay com passagem por madeira e bom corpo pra amaciar os temperos do peixe. Portugal também tem ótimas alternativas de brancos, afinal, bacalhau com vinho português é perfeito.

Caso tenha preferência pelos vinhos tintos para acompanhar o prato, escolha um tinto português, como os da região do Alentejo. Se o bacalhau for desfiado, experimente servir com um tinto seco também português como o Tinta Roriz, ou com um brasileiro feito com a uva Merlot.

O CLÁSSICO PERU DE NATAL -




A estrela do Natal, não pode faltar em nenhuma ceia. Vale a pena apostar em um tinto seco maduro, como o Bourgogne Pinot Noir, ou ainda em um tinto chileno. Tintos leves como o Dolcetto e o Chianti também realçam o sabor do prato.

Caso opte por um vinho branco, uma ótima opção é um vinho bem mineral e com boa acidez como o Sauvignon Blanc. Caso o peru venha com um molho adocicado, como o de laranja, vinhos brancos meio-secos cairão bem pela doçura.

PERNIL, LOMBO E OUTRAS CARNES SUÍNAS LEVES -




A carne de porco tem sabor delicado, mas pode ser gordurosa. Então, o mais indicado é um vinho de sabor menos intenso e acidez elevada, como os espumantes, brancos mais leves (sem barrica), rosés delicados (como os da Provença) e tintos leves (como os Pinot Noirs ou o espanhol Tempranillo). Mas, se o prato levar ingredientes adocidacos, opte pelo tinto Carménère chileno ou um branco encoprpado, aromático e com passagem por madeira.

FRUTOS DO MAR -

Com frutos do mar, o vinho ideal depende do modo de preparo da receita. Se for um camarão frito ou grelhado, por exemplo, sem molho e/ou com gotas de limão, escolha um branco Sauvignon Blanc. No caso de molhos cremosos ou amanteigados, recomenda-se um Chardonnay.


SALPICÃO -



É um prato de sabor muito peculiar, cheio de sabores e ingredientes variados. Opte por vinhos das uvas Merlot, Syrah, Chardonnay e Riesling. Os Cabernet Sauvignon leves, como os da Àfrica do S em Merlots, Syrahs, Chardonnays e Rieslings.



SOBREMESAS -




As rabanadas, panetone, frutas secas e nozes harmonizam bem com vinhos fortificados como Porto, Marsala e Madeira. 


O panetone tradicional, feito com frutas cristalizadas, fica delicioso harmonizado com espumantes doces do tipo Moscatel. Se o panetone for de chocolate, os vinhos do Porto tintos é a melhor escolha.



Espero que tenham gostado das dicas. Agora é só escolher o vinho mais adequado para o seu cardápio. Boas Festas! 


Serviço:
Bardot - Vinhos e Artes
Rua Barão de Mesquita, 978 A. Praça Verdun, Grajaú, Rio de Janeiro.

Fale conosco:
contato@bardotvinhoseartes.com.br
Telefone: (21) 2575-9395 - 97018-1433 (whatsapp) 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...